Depoimento: Rachel

05:06 6 Comments A+ a-

Grávida?? Sim e não...

Escrevo esse post como forma de compartilhar minha experiência, registrando os acontecimentos e os sentimentos que me acompanharam...

Nesta última semana, li diversas páginas na internet que falavam sobre o assunto, isso me trouxe algum conforto e alívio... coisa que você encontra ao perceber que não está sozinho, que outras pessoas passaram por algo parecido e conseguiram superar qualquer tipo de marca deixada... espero que minhas palavras, de alguma forma, esclareçam e auxiliem outras pessoas... e a mim, principalmente.


Você deve se perguntar o porquê de uma introdução tão down se o título do post é sobre uma gravidez, algo geralmente alegre e lindo...vou narrar os fatos, na ordem em que ocorreram, e voltamos a falar sobre isso no final.


Bem, não planejávamos um bebê nesse momento. Eu e Alexandre estamos casados há 6 anos, trabalhamos muito e estudamos. Nós dois iniciaremos o mestrado em 2011 - eu em Educação e ele em Economia - o que nos levava a desejar um bebê apenas para o final de 2012.
Mas na última 4ª feira (22/12), após um atraso na menstruação, fizemos um teste de gravidez desses de farmácia: o teste deu positivo!

Fiquei muito preocupada - como iria conciliar 2 empregos, o mestrado e um bebê?
Mas minha preocupação durou menos de 1h, logo me vi imaginando como seria esse lindo bebezinho...

Para confirmar o resultado, na manhã da 5ªf fizemos novamente um teste de farmácia, que novamente deu positivo. Procuramos então um médico, um clínico geral, para solicitar o exame de sangue (Beta-HCG). O resultado saiu na 5ªf mesmo, de noite... 71.537 mUI/ml o equivalente a mais de 5 semanas de gestação!

Eu e meu marido ficamos muito felizes! Mesmo! Começamos a planejar o que faríamos, vimos alguns nomes de bebês...essas coisas que pais babãos de primeira viagem sempre fazem.
Fomos correndo comprar 2 pares de sapatinhos de bebê com os dizeres "AMO VOVÓ"...para darmos a notícia aos meus pais e meus sogros.

Eu estava no céu, totalmente encantada com a notícia...ansiosa para ver meu bebê, se estava tudo bem... fiquei confusa com a contagem das semanas da gestação pois, apesar de estar atrasada, havia vindo menstruação normalmente no mês anterior, e eu estava tomando anticoncepcional normalmente (injetável).

Bom, como uma mamãe precavida, fui correndo ao médico, fazer uma ultra e saber se estava tudo bem com meu bebezinho-lindinho... Na 6ªf véspera de Natal, eu e meu esposo fomos a um hospital (emergência, pois não encontramos médicos atendendo nessa data!) e, após uma rápida consulta com o médico, fomos encaminhados para fazer o ultrasson...

E aí veio a notícia: O embrião não havia se desenvolvido! Não havia um bebê a caminho, embora houvesse uma gestação...de 9 semanas!
Comecei a chorar imediatamente! Não sei descrever a emoção desse momento... uma dor, junto com frustração, vergonha, raiva... tudo junto!
Perguntei ao médico se eu havia feito algo errado, se tinha algum problema de fertilidade... essas coisas que passam pela nossa cabeça...

Ele me explicou então que se tratava de uma GRAVIDEZ ANEMBRIONADA, segundo ele é algo comum de acontecer...mesmo em mulheres saudáveis e férteis... e que isso não nos impediria de ter outros filhos no futuro.

Não me lembro de mais nada do que ele disse... algo sobre curetagem, internação, ovo vazio...eu só conseguia pensar no meu não-bebê...e chorar!

Passei o Natal em clima de luto... eu já havia dado a notícia para minha sogra (que se encarregou de contar para a família toda!) e foi muito estranho, receber os PARABÉNS de várias pessoas, já sabendo que não haveria um bebê... sem clima para contar o que estava acontecendo... e a cara de pena de quem ouvia nosso relato. Foi horrível!!

Na 2ªf, já em Rio Claro-SP, procurei um ginecologista em quem confio muito, que me atende desde a minha adolescência... DR.Ibrahim Buttros... ele solicitou nova ultra...e confirmou a gestação anembrionada de 9 semanas.

Diferente do médico anterior, ele me indicou uma curetagem química - não invasiva, sem necessidade de anestesia - eu ainda chorava sem parar, muito triste... mas ele foi muito gentil e paciente.

Assim acabou qualquer resto de esperança que eu tinha... não havia mesmo um bebê... e eu precisei tomar a difícil decisão de interromper a gravidez.

Na 4ªf (29/12) dei entrada no hospital São Rafael, o doutor Ibrahim aplicou dois comprimidos as 11:05... não tive cólica nenhuma... por volta de 17h o sangramento ainda era muito pequeno e o Dr. colocou mais um comprimido...após as 19h o sangramento aumentou muito...mas continuei não sentido cólica nenhuma.
Por volta de 23h o sangramento se intensificou muito... ao ficar de pé (desobedecendo orientação médica, pois achei que ajudaria descer o sangue) tive um sangramento muito forte, que me levou a ter desmaios (3 seguidos) e vomitar muito...foi horrível! As enfermeiras me trataram muito bem... com carinho e paciência naquele momento tão delicado (e constrangedor!).

O médico foi chamado e me examinou, constatou que já havia sido expelido o saco gestacional (que era o principal, se isso não saísse teríamos que fazer a curetagem cirurgica)...me deu nova medicação - agora para diminuir o sangramento - e me orientou a ficar de jejum durante a noite.
Tive alta na 5ªf pela manhã (30/12)...sem quaquer dor, ou outro tipo de sintoma desagradável... e estou aqui BLOGANDO.

A tristeza está passando ( o médico disse que posso ter 200 filhos ainda! Eu quero...rsrsrs), não sei como serão as coisas daqui para frente... mas postarei por aqui... na próx. 4ª retornarei ao médico para novos exames.

Ainda não decidimos se tentaremos um filho agora em breve... vamos decidir tudo com calma agora... quem sabe um casal de gêmeos, não?! rsrsrsrs

Outra coisa que queria registrar aqui é que o apoio do meu esposo foi FUNDAMENTAL esse tempo todo! Ele foi ótimo quando descobrimos a gravidez, e foi mais incrível ainda quando descobrimos que não haveria um bebê. Ele também ficou triste com a notícia, mas me apoiou o tempo todo...ficou comigo enquanto eu chorava ... ficou comigo no hospital... isso me ajudou muito! Ele realmente merece o prêmio MARIDO DO ANO!

Bom, no mais...VIDA PRÁ FRENTE!
Como resolução de Ano Novo me proponho a cuidar muito da minha saúde, preparar bem meu corpo para minha próxima gestação...para receber um bebê fofinho... creio que NADA ACONTECE POR ACASO! E prefiro acreditar naquela frase "no final, tudo sempre dá certo...e se ainda não deu, é pq não chegou ao final".

Rachel enviou seu depoimento por email no dia 30 de dezembro de 2010

6 comentários

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
5/1/11 08:46 delete

Olá Rachel... parece q estamos no mesmo barco.
Meu nome é Thalyta, descobri que estava grávida no dia 16/12/2010. Fique imensamente feliz, fiz a maior surpresa p/ o meu marido com a notícia (sempre foi o sonho dele ser pai). P/ vc ter uma idéia, desde que namorávamos já tratávamos nosso "futuro bb" como se ele já existisse entre nós, então a notícia da gravidez nos deixou literalmente em estado de plena graça e felicidade... até o dia 29/12, qdo veio um pouco de sangue, mto claro e "ralo". Liguei para o médico e após fazer uma US de urgência ele disse que eu deveria estar com 6 semanas, mas pela imagem da US eu estava de 3 semanas. Teria duas possibilidades: ou eu errei nas contas ou ele parou de se desenvolver na 3ª semana. Pediu p/ repetir a US no dia 6/01/2011. Amanhã farei, mas tive muito sangramento (com coágulos) nestes últimos dias. A esperança é a última que morre, mas após tanta dor e frustração passados nesses últimos dias, já estou preparada e conformada para o diagnóstico de ovo cego. Tenho certeza que Deus sabe o q faz, Ele tem muitos propósitos p/ nossas vidas. Não podemos desanimar, pois tudo ocorrerá perfeitamente no tempo de Deus. Logo logo estaremos com nossos bebzinhos lindos em nossos braços p/ dar mto amor e testemunho de q tudo no fim dá certo. Se quiser, me escreva: thaly.alves@hotmail.com. Um abraço e felicidades!!!

Reply
avatar
10/1/11 02:19 delete

Oi Thalyta...obrigada pelas palavras. É um momento delicado, mas logo realizaremos nossos sonhos!
E vc, como está? Um abraço. Rachel

Reply
avatar
Juliana
AUTHOR
12/1/11 16:10 delete

Ola Rachel....Meu nome e Juliana tb passei pelo mesmo q vc, perdi meu bebe dia 28/12/10 foi o dia mais horrivel da minha vida pois esse bebe era tao amado e desejado,sofri muito mas muito mesmo e ainda sofro por essa perda, mas tento por na minha cabeça q Deus sabe o faz q tudo na nossa vida tem um proposito ...foi a vontade dele entao temos q aceitar mesmo nao sendo facil ...Que Deus conforte seu coraçao e o meu tb e q 2011 venha nosso tao esperado anjo beijos boa sorte

Reply
avatar
20/1/11 01:41 delete

Obrigada querida.
Confiando nEle, ficaremos bem.
Td dará certo.

bjs
=]

Reply
avatar
vania peters
AUTHOR
21/1/11 12:31 delete

ola rachel, isso tambem ja me aconteceu. quando eu descobri ja estava de 1mes ,fui até comprar roupinhas. mas em um dia começou a sair um escorrimento escuro, foi ai que eu me assustei! depois passou 2 dias e nao tinha parado, foi ai que eu me assustei, mal sabia eu que da quele dia em diante nao ia mais parar. eu voltei para o hospital e por la eu fiquei,foi 2 de dezembro,ai dia 6 saiu saco gestacional,foi horrivel! depois eu fui pra sala decoletagem e depois parecia que eu tinha perdido um pedacinho
http://www.google.com/m/search?client=ms-samsung&channel=sm

Reply
avatar
6/9/16 00:08 delete

Oi meninas, volto aqui quase 5 anos depois!
Para dizer que a vida mudou muito desde então...
Descobri uma traição, passei por um divórcio doloroso, terminei meu mestrado, iniciei no doutorado, encontrei um outro emprego e um novo amor!
Hoje, 5 anos depois, estou com minha tão sonhada filha aqui em meu ventre!
30 semanas de uma gestação saudável e feliz!
Uma bebê se mexendo muito linda aqui dentro!
e uma alegria infinita no coração :)

Não desistam dos seus sonhos!
Seja filho do ventre, ou um adotivo do coração, tudo virá na hora certa!
Bjo grande!!!!

Reply
avatar